sábado, 31 de outubro de 2015

Decreto de Aceitação


A partir de agora
Eu me aceito como eu sou.
Eu aceito todas as minhas escolhas,
minhas decisões;
eu aceito!

Eu aceito todas as palavras que eu proferi,
todos os pensamentos e todos os sentimentos;
eu aceito!
Eu aceito todos os meus atos e comportamentos;
eu aceito!
Porque eu sempre fiz e sempre faço o melhor que eu posso em cada momento.
Eu sou um ser em processo de evolução, assim como todos são!
Eu aceito todos os meus erros, meus sofrimentos, minhas desilusões; eu aceito!
Como aceito também toda dor, perda e sofrimento que eu causei e que me causaram!
Eu aceito, e me liberto!
Eu aceito e liberto a todos os envolvidos;
porque eu sei que tudo está certo do jeito que está!,
Eu aceito, e me liberto!
E me permito reconstruir uma nova história!
Permito que a partir de agora
O MELHOR venha em minha direção.
A partir de agora, me torno um ímã receptivo,
E tudo que eu necessito vem com facilidade!
Eu confio, eu aceito, eu entrego!
Eu me amo, me aceito, me respeito!
Eu sou livre, eu sou luz, eu sou amor!

Cacilda Alves - www.cacildaalves.com.br

Amor,Luz e Paz

12 Qualidades que caracterizam pessoas sábias,maduras:





1. Elas não se queixam! Aceitam que o que foi, foi e não pode ser mudado e o que interessa é daqui para frente. Não quer dizer que não expressem dor, mas não se lamentam, não se veem nem agem como vítimas.

2. São atrevidas, tem coragem de experimentar o novo, a buscar o não vivido, o não conhecido.


3. “Tem mãos para as plantas”, concreta e metaforicamente. “Plantam, regam e acompanham o crescimento” de plantas, pessoas, projetos…Confiam em seus pressentimentos/ em sua intuição, honram sua sabedoria interna.


4. Meditam a sua maneira, cultivam um centro interno de silêncio e escuta, de prece e reconexão com o Sagrado.


5. Defendem com firmeza o que mais importa, descobrem sua voz e tendem a tornar-se mais rebeldes e radicais com tudo que consideram errado no mundo.


6. Decidem seu caminho com o coração, mesmo que esse caminho seja difícil.


7. Dizem a verdade com compaixão, mas dizem sempre a verdade, porque sabem que só a verdade cura e liberta.


8. Escutam seu corpo, não o veem como um objeto a ser aperfeiçoado, mas como um instrumento de prazer e autoconhecimento.


9. Improvisam, agem com espontaneidade, fluem com a vida.


10. Não imploram, não fazem NADA com a finalidade de serem aceitas.


11. Riem juntos, riem de si e com isso nutrem um profundo senso de irmandade, porque é um riso que expressa o triunfo do espírito e da alma sobre aquilo que poderia tê-los destruído ou as convertido em mulheres/homens amargos .


12. Saboreiam o positivo da vida, sabem ter gratidão pela beleza da vida, mesmo que mesclada de sofrimentos.



Amor,Luz e Paz

Reflexão Introspectiva



Permites que eu te diga algo?
Algo que eu fiz e faço sempre que necessário...
Então, ouve, pois te digo com o meu coração: Arruma o teu quarto, arruma a tua casa, cuida do teu corpo, põe um sorriso no rosto e uma única certeza na alma...
A certeza de que serás vitorioso em teus projetos, em teu caminho, em tua vida!
Não importa se te invejam, se não gostam de ti, se te desejam mal, se destilam veneno e indiretas contra ti... Não importa!
Isso tudo apenas existe no espaço limitado e pouco inteligente de quem crê nisso. 
Alguns até "herdaram" karmas negativos de gerações que se foram e nada fizeram para mudar uma realidade instaurada. 
Outros, cientes disso, renasceram para a Luz e, por onde passam, deixam firmado o legado da glorificação eterna. 
A vida não nasce no folclore, nas crendices... 
Mas sim, nasce na realidade! 
Não há o que te impeça de ser feliz, quando tu o desejas. 
O Bem sempre vence o mal! 
O renascimento acontece em cada amanhecer. 
Reserva-te! 
Resguarda-te! 
Deixa que cada um seja tolo, se desejar ser. 
Não serás tu cobrado por isso, apenas responderás por tuas escolhas, na velhice e além da vida. 
Sejas sábio! 
Mas, para isso, convence-te de que a sabedoria primordial não é o acumulo de conhecimento... 
Há analfabetos que são sábios e há catedráticos absolutamente tolos... 
O primeiro Elo da Infinita Corrente da Sabedoria só se alcança ignorando a escuridão e alçando, a cada dia, um novo voo na direção da Luz.

Nicoli Miranda.

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Sucesso






Há ao menos duas maneiras básicas de conseguir sucesso na vida.
Ou você possui um talento excepcional em alguma área de atividade e explora isso,ou você segue o caminho comum e correto de disciplina,estudo,esforço,humildade,privações e trabalho para conseguir o que deseja.
Em qualquer uma delas,não existe sonhos se realizando da noite pro dia.

Nenhuma árvore nasce,cresce e oferece frutos instantaneamente.
Tudo demanda trabalho,paciência e dedicação.
E também não existe sorte. 

O que existe é estar no lugar certo,na hora certa - mas não por coincidência, mas por estar ativo no jogo!
Não existe essa estória de marcar um gol estando no banco de reservas.
Você tem que estar em campo,chamando o jogo pra si,tomando a responsabilidade: a responsabilidade por si próprio,de quem faz a própria vida,e de quem não espera,mas faz acontecer.
 

Por Augusto Branco

Gratidão

Coração limpo




"Uma pessoa com um coração limpo sempre tenta fazer o melhor para aqueles com quem ela se relaciona. 
Ela não tem nada exceto virtude dentro de si. 
Ela desenvolve a capacidade de aceitar as pessoas como são e ignora os malfeitos. 
Por não se deixar influenciar negativamente ela faz o que é correto e mantém o equilíbrio na vida. 
Uma pessoa assim é doadora de felicidade para si e para os outros. 
Sua doação acontece através de ações e não de palavras."

Brahma Kumaris

Namastê

Deepak Chopra Realidade Espiritual Uma Jornada Interior Como Meditar

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

(Asa To Ma) o mais belo Mantra do mundo.

Fechar ciclos,fechar portas,encerrar capítulos;o importante é fechá-los e seguir em frente.








É preciso aceitar quando uma etapa da vida termina. Se você insistir em permanecer nela, poderá perder a alegria e o sentido de viver. Chame como quiser: fechar ciclos, fechar portas, encerrar capítulos; o importante é fechá-los e seguir em frente.


Não podemos viver o presente pensando no passado e nem ficar o tempo todo nos perguntando: “Porque isso aconteceu comigo”? Não podemos ser crianças ou adolescentes eternamente, nem funcionários de empresas inexistentes ou ter vínculos com pessoas que não gostam de nós.
Os problemas acontecem e devemos deixá-los ir!

Um dia, de repente, um sentimento de nostalgia lhe invade e você se lembra de todo o tempo perdido, os minutos desperdiçados que não voltam mais. Entenda que o tempo é o nosso bem mais valioso; o tempo é vida.

É normal lembrar do passado; o que é prejudicial é viver com as feridas emocionais abertas. São elas que nos impedem de caminhar, viver o presente e desfrutar tudo o que temos.

A vertigem emocional

Acreditar que o passado foi melhor é garantia de sofrimento emocional no presente. Essa crença nos impede “de soltar e deixar ir” e podemos mergulhar num abismo profundo.
É assim que surge a vertigem emocional, que nos impede de esquecer o passado, curar nossas feridas e viver o presente.

A limpeza do nosso passado

Algumas pessoas acreditam que olhar para o passado é perda de tempo; o importante é viver o presente. Dessa forma, as tristezas emocionais do passado vão se acumulando, criando “uma montanha de dor” cada vez maior.
Imagine que uma pessoa alérgica tenha como hábito varrer toda a poeira de casa para debaixo do tapete, achando que isso não vai afetá-la.
É o que acontece com as feridas emocionais. Precisamos nos libertar das correntes que nos ferem, para que as feridas não se aprofundem. O que você é hoje é fruto do seu passado, tenha sido ele bom ou ruim.
Revisando seu interior você não conseguirá mudar o passado, mas sim entender as partes negativas e não permitir que elas perturbem o seu presente. Isso é muito doloroso, mas abre espaço para o novo.

Cicatrizar as feridas emocionais

Superar o medo do passado é a única forma de acabar com esse sofrimento.
Vale a pena tentar curar as feridas do passado. Livre-se da sua carga e perceba o que o oprime.
Imagine que você está soltando um balão; as cordas que o prendem vão se afrouxando, até que ele se solta completamente. Deixe-o ir, enquanto olha para o céu até perdê-lo de vista, sorrindo e sentindo muita paz.

Liberte-se

Se não traz alegria para sua vida… Solte
Se não lhe faz feliz… Solte
Se permanece ao seu lado, mas não acrescenta nada de bom… Solte
Se procura segurança e assim evita o esforço de desenvolver-se… Solte
Se não reconhece suas qualidades… Solte
Se não lhe dá carinho… Solte
Se não promove o seu sucesso… Solte
Se diz, mas não faz… Solte
Se não há um lugar em sua vida para você… Solte
Se tenta mudá-lo… Solte
Se o amedronta… Solte
Se são mais desencontros do que acertos…Solte
Se simplesmente o faz sofrer…Solte
Liberte-se…a perda será muito menos dolorosa do que a dor de apegar-se “ao que já foi e não é mais”.
_______
Fonte: A Mente é Maravilhosa

Fraternos Abraços

Auto-aceitação



Quando você se aceita, o mundo te aceita,sem esforço algum!

A auto-aceitação é uma forma de amor.
O amor é o maior imã para as mudanças positivas em sua vida.

Se você se amar e se aceitar pelo que você é,atrairá circunstâncias e pessoas que refletirão o seu amor próprio.
É simples assim.

 Sinta sua própria energia, todos os seus sentimentos.
Sinta o quanto você é belo e sincero neste momento,em todas as suas lutas e tristezas.
 Você é lindo, com todas as suas “imperfeições” e “falhas”.

E essa é a única conscientização que conta.
Abrace aquele que você é, relaxe consigo mesmo…
talvez até olhe para os “seus inúmeros defeitos” com senso de humor.
A perfeição não é uma opção que você conhece. É apenas uma ilusão.

Criar sua realidade a partir do coração é reconhecer a sua Luz, aqui e agora.
Ao reconhecê-la, ao se tornar consciente dela,
você está semeando uma semente que crescerá e tomará forma no nível físico”.

“Do ego ao coração” – Jeshua

Amor,Luz e Paz

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Um dia de cada vez


Somos sempre muito ansiosos e imediatistas, não conseguimos esperar e ter paciência,queremos tudo hoje e agora.

Mas temos que aprender que nem tudo está ao nosso alcance neste exato momento e que nem tudo é para ser como queremos que seja.

Vamos viver um dia de cada vez,controlando a ansiedade e exercitando a paciência,virtude valiosa que devemos trabalhar incessantemente,pois é ela que nos dá a tranquilidade de chegar onde queremos.

A ansiedade não muda o curso das coisas,então é melhor nos acalmarmos e só aí tranquilos e serenos teremos a oportunidade de resolver todas as nossas dificuldades.

Lembremos que o nervosismo e a ansiedade não adianta o tempo,nem mesmo nos traz soluções,só nos atrapalha e nos tira o discernimento para nossas escolhas.

Amor,Luz e Paz

5 maneiras inteligentes para encarar a vida

  


No que você pensa quando escuta que alguém é inteligente? Imagina uma pessoa capaz de responder todos os questionários triviais e obter notas muito altas nas provas?
Após muitas das descobertas que a ciência realizou sobre o funcionamento do cérebro e das capacidades cognitivas, surgiram novas e interessantes teorias a respeito da inteligência, sobre o que ela realmente é e sobre como a utilizamos.

Hoje podemos afirmar que a inteligência não está relacionada exclusiva e necessariamente com o fato de ser intelectualmente brilhante. Devemos aprender a ver a inteligência a partir de um ponto de vista mais integral, através do qual ser realmente inteligente também implicará aspectos tais como ser criativo, reflexivo, sensível e, inclusive, humilde. 
Pensando nesse conceito diferente do tradicional, podemos refletir sobre alguns traços comuns na maioria dessas pessoas ou, dizendo de outra forma, quais atitudes inteligentes elas usam para encarar a vida.


Como as pessoas inteligentes enfrentam a vida?

Primeiro: aceitam que o fracasso é necessário para crescer, mas não permitem que um erro os impeça de chegar às conquistas que desejam. Os hábitos das pessoas espertas tem muito a ver com o foco no presente. Aqueles que colocam a inteligência para trabalhar a seu favor evitam revisar desnecessariamente seus erros passados.

Segundo: acreditam no poder da mente. Conhecem a necessidade de evitar os pensamentos negativos, pois sabem que a negatividade atrai consequências desfavoráveis. Não quer dizer que, por isso, não tenham problemas. A diferença entre os mais inteligentes e o restante das pessoas é que os primeiros enfrentam as dificuldades, as resolvem e passam para a próxima.

Terceiro: não se preocupam com a opinião dos outros. Para levar um estilo de vida assim é necessário evitar prestar muita atenção ao que os outros pensam de nós. A verdade é que nunca agradaremos a todos, de forma que é melhor viver adequados as nossas próprias normas, ajustando-nos a nossa própria definição de sucesso.

Quarto: não perdem tempo. As pessoas consideradas inteligentes conseguiram estabelecer hábitos que lhes ajudam a trabalhar de forma mais eficaz sem ter que trabalhar mais. Um detalhe muito importante: sabem que quando a mente está cansada, é inútil forçá-la a conseguir mais. Descansam quando se sentem esgotados, o que lhes ajuda a voltar às tarefas com mais força e clareza.

Quinto: evitam a soberba e a ingratidão. As pessoas verdadeiramente inteligentes sabem que possuem capacidades limitadas, igual a todos os seres humanos. Consideram que seu valor está no que são e não no que possuem e são conscientes de que sozinhos não vão conseguir nada, o que as coloca em sintonia com o resto da humanidade. As pessoas inteligentes colaboram com os demais e, assim, agradecem a colaboração, uma parte crucial para a felicidade.

Uma pessoa inteligente sabe o pouco que sabe, vê a si mesmo como uma pequena peça de um vasto mundo, mas também entende que tem um enorme potencial para fazer coisas grandiosas, pois o seu coração e a sua mente não têm limites.

Fonte: A Mente é Maravilhosa

Fraternos Abraços 

terça-feira, 27 de outubro de 2015

O Mestre e a cobra



Um mestre do Oriente viu quando uma cobra estava morrendo queimada e decidiu tirá-la do fogo,mas quando o fez,a cobra o picou.Pela reação de dor,o mestre o soltou e o animal caiu de novo no fogo e estava se queimando de novo.O mestre tentou tirá-la novamente e novamente a cobra o picou.Alguém que estava observando se aproximou do mestre e lhe disse:
— Desculpe-me,mas você é teimoso!Não entende que todas as vezes que tentar tirá-la do fogo ela irá picá-lo?
O mestre respondeu:
— A natureza da cobra é picar,e isto não vai mudar a minha,que é ajudar.

Então,com a ajuda de um pedaço de ferro o mestre tirou a cobra do fogo e salvou sua vida.

Não mude sua natureza se alguém te faz algum mal,não perca sua essência;apenas tome precauções.
Alguns perseguem a felicidade,outros a criam.
Preocupe-se mais com sua consciência do que com a sua reputação.
Porque sua consciência é o que você é,e sua reputação é o que os outros pensam de você.
E o que os outros pensam,não é problema nosso...é problema deles.

Amor,Luz e Paz

Casar e Morar Junto


Casar e morar junto são duas coisas completamente diferentes.
Não tem nada a ver com seu status no cartório.
Tem a ver com entrega. 
Você pode casar com todas as honras. 
Dar uma festa linda. 
Gastar os tubos na Lua de Mel. 
Se mudar com o marido para um apartamento lindo,pronto,decorado,cheio de almofadas em cima da cama… 
Vocês podem ter se casado – mas vão demorar muito pra saber o que é morar junto. 
Acho que existem casais que se casam com pompas,e nunca talvez tenham realmente morado juntos. 
Morar junto é saber dividir. 
Saber cobrar. 
Saber ceder. 
Saber doar. 
Morar junto é dividir as contas e as almas. 
Morar junto é ter um pilha de louça pra lavar,depois de um dia terrível de 10 horas de trabalho. 
E o outro cantar com você para que,em um karaokê com detergente,o trabalho se torne divertido. 
Morar junto é ter que assistir Homem Aranha no Telecine Action, e se esforçar para achar legal. 
Morar junto é tomar banho junto.
Transformar o chuveiro em uma cachoeira. (e o banheiro em um charco) 
Morar junto é ouvir onde dói no outro. 
Do que ele sente medo. 
Onde ele é criança. 
O que o deixa frágil. 
Morar junto é poder chorar sem parar. 
E ser ouvida. 
E cuidada. 
Mas é também rir. 
E achar graça em alguma coisa,quando o outro está pra baixo. 
Morar junto é fazer contabilidade de frustrações,e saber quando não colocar na conta do outro. 
Morar junto é demorar para levantar. 
Morar junto não precisa de uma casa,e sim de um espaço. 
Quem mora junto geralmente é solidário. 
Casar não. 
Qualquer um casa. 
Pra casar basta assinatura e champanhe. 
Casar leva umas horas. 
Morar junto leva tempo. 
O tempo todo. 
Quando moramos juntos vemos o cabelo dele crescer e ela cortar uma franja. 
Quando moramos juntos viramos adultos aos pouquinhos,dando um adeus doído ao adolescente que éramos. 
Quando moramos junto mudamos junto. 
E o outro vira um outro diferente com os anos. 
E nós vamos aprendendo a amar aquela nova pessoa,todo dia. 
Até o dia que,talvez,deixemos de morar juntos.

(fonte:www.facebook.com/gabriela.lima.9655)

Amor,Luz e Paz

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

O poder do pensamento - Somos Energia!



O maior instrumento de poder de que se tem notícia se encontra dentro de nós: o nosso pensamento.
Como a eletricidade, o pensamento produz resultados de acordo com o uso que se faz dele.
O fato é que estamos continuamente interagindo com o cosmos, emitindo e recebendo vibrações, e assim, criando as experiências que vivemos.

Ao tomar consciência do poder do pensamento, conquistamos a chave para abrir as portas que levam à realização dos nossos desejos mais profundos.
Depois de Einstein e da física quântica, não há como negar que, em essência,
SOMOS ENERGIA!
É essa energia se consubstancia na matéria, transformando-se  em corpo, mente, emoção.

Se temos bons pensamentos e nos mantemos em sintonia com as correntes vibratórias carregadas de energia positiva, nos tornamos capazes de realizar as ações que nos levarão à felicidade.
Os pensamentos nos fazem sentir emoções variadas. Essas emoções, por sua vez, influenciam a nossa mente, o nosso organismo e a nossa saúde, ajudando a nos manter saudáveis e bem dispostos, quando são positivas, dependendo do cuidado que temos com aquilo que abrigamos em nossas mentes.

Assim, se queremos ter relacionamentos amorosos felizes, o primeiro cuidado a ser adotado é em relação aos nossos pensamentos.
A lei da sintonia, como toda lei espiritual, pode não ser aceita ou compreendida,
mas nem por isso deixa de produzir efeitos.

Assim como a gravidade atrai os corpos para o centro da Terra, os nossos pensamentos têm o poder de atrair para nós aquelas realidades que desejamos viver. É necessário reconhecer as próprias qualidades e a potencialidade que trazemos dentro de nós e que nos torna capazes de crescer, aprender e avançar.
Só é possível dar aquilo que se possui.

Apenas quem é capaz de se amar e de se valorizar pode amar e valorizar o outro.
O caminho para uma boa autoestima está em cultivar bons pensamentos e ter em mente que eles são a nossa companhia mais constante.
Temos a opção de escolher, a cada momento, o que abrigamos em nossas mentes.
Com atenção, esforço e responsabilidade é possível detectar um pensamento menos bom na sua origem, e substituí-lo por outro que irá produzir resultados positivos.
O Universo funciona como um espelho e tudo aquilo que transmitimos, retorna para nós amplificado.

Jael K.Coaracy em: O Poder do Pensamento

(fonte:thesecret.tv.br) 

Amor,Luz e Paz




Cobranças

Cobrancas



Sempre em qualquer tempo estamos nos cobrando e cobrando quem está em nosso convívio.Cobramos uma postura moral do outro,mas não vemos como anda a nossa.

Tudo isso porque ainda não temos em nós a nobreza de reconhecermos que muitas vezes enxergamos no outro aquilo que precisa ser melhorado em nós mesmos.

Sejamos menos críticos quanto a postura do outro e mais com a nossa.

Temos que fazer a nossa parte da melhor forma possível,e não exigir do outro que o faça.

Somos criaturas em desenvolvimento moral e não podemos esquecer que a mudança de sentimentos e ações é individual,no coletivo são as boas ações que podemos promover no outro.

Não nos deixemos levar por conversas alheias que nos deixam sem energia e tiram-nos o sossego do coração,busquemos a paz em nós em primeiro lugar para podermos através do exemplo contagiar aquele que ainda não está preparado para a paz.

Não se cobre tanto no dia a dia,tenha calma exercite a paciência que assim estará fazendo um bem enorme para a evolução dos melhores sentimentos.

Cobranças demais geram um desgaste muito grande de energia.

Façamos a nossa parte sempre visando o bem,que assim a boa energia fluirá.

(fonte:www.gotasdepaz.com.br)

Amor,Luz e Paz

domingo, 25 de outubro de 2015

Quando pensar em desistir,leia isto...


Quando você pensar em desistir, olhe para o lado que realmente importa, o lado de dentro, e então se pergunte qual é a sua razão maior, o seu porquê, o motivo que te fará mais forte e mais capaz do que qualquer porém. Do que qualquer pesar. E vai.
Quando você pensar em desistir por causa deles, olhe para eles, e se pergunte quando foi que você deixou de ser importante para si mesmo, quando foi que a imagem refletida do outro lado do espelho deixou de ser a sua, quando foi que opiniões, críticas e julgamentos de quem nunca realmente parou para te olhar de verdade invadiram a sua vida e domaram as suas escolhas dessa maneira. E então deixe ir o peso do outro. Foque no que te fortalece. Mire no que te faz leve. E vai.

Quando você pensar em desistir por causa das circunstâncias, se pergunte qual é o propósito de tudo, da onde vem o aprendizado, o grande legado, o motivo que te fará agradecer mesmo quando a tristeza vier. E então se concentre no lado bom de todas as coisas, na sabedoria do universo, na certeza de que amanhã é sempre outro dia e que não há sofrimento ou dificuldade que dure para sempre. E vai.
Quando você pensar em desistir por causa de si mesmo, se pergunte quem é você e qual é a sua missão nesse mundo. E então avalie se o desistir tem a ver com ser forte, sábio e consciente (porque às vezes desistir exige mesmo uma coragem imensa) ou se é só uma maneira covarde de fugir da batalha antes mesmo da luta. E se for por falta de tentativa, e se for por medos e receios de não ser capaz, encontre dentro de si mesmo a força que te move a levantar da cama todos os dias. E vai.

Quando você pensar em desistir por causa do tempo, se pergunte o que realmente importa na vida: a direção ou a velocidade. E então comece a olhar para todas as coisas com a curiosidade e a aventura da criança e a sabedoria e a experiência do idoso. Do tempo passado, pegue o que te faz melhor, inspire-se no que te faz sorrir, orgulhe-se das cicatrizes, colecione histórias, mas siga em frente. Do presente nasce o recomeço. E o tempo nos ensina que nunca é tarde demais. Agarre-se na infinidade do agora, seja presente de corpo, alma e coração. Faça sempre o seu melhor. Seja sempre o seu melhor. Não dê demasiada importância a um futuro que você nem sabe se vai chegar. Vista o seu melhor sorriso, confie na força da sua intuição. Arregace as mangas. Tire o sapato. Deixe o vento bater no rosto. Deixe despentear.
E vai.

Quando você pensar em desistir, quando o barco virar e o mar estiver revolto demais, quando a única alternativa que restar de tudo isso for lutar ou morrer, agarre-se na sua fé, acredite no seu milagre, pule nas águas. E nade.
Quando você pensar em desistir, justamente porque não sabe nadar, olhe para o mundo com gana de herói, com olhos de quem desafia o impossível e faz valer a pena cada segundo da vida.
E pula na água.
Pula na água.

Quando a gente não sabe o que fazer, a gente aprende.

(fonte:thesecret.tv.br) 

Amor,Luz e Paz





Pelo caminho




Caminhamos eternamente em busca do aperfeiçoamento e melhora interior,o aprendizado e conhecimento são eternos,não paramos de aprender e conhecer jamais,a todo instante temos lindas lições de lutas e vitórias a nos mostrar que tudo na vida tem um porque,nada acontece ao acaso,cabe a cada um de nós reconhecer essas lições em nosso dia a dia.

Quantas vezes pelo caminho nos deparamos com irmãos em situação muito difícil e nos perguntamos como essa pessoa consegue continuar,em quantos momentos nos pegamos a olhar para o sofrimento do outro e falamos para nós mesmos,se fosse “eu” não conseguiria.Pois bem,todos os exemplos que temos a nossa frente são a demonstração da coragem,da força,da persistência e da fé daqueles que não se deixam esmorecer mesmo nos momentos mais tortuosos.

Sejamos nós o bom exemplo para todos aqueles que encontrarmos pelo caminho,trazendo sempre um pensamento positivo,uma palavra de consolo e um sorriso nos lábios,lembrando que tudo é passageiro e a vitória virá para todos que não desistirem da luta.

(fonte:www.gotasdepaz.com.br)

Amor,Luz e Paz

"Quando começo a confiar em mim eu paro de olhar para os outros para provar meu próprio mérito. 
Quando busco internamente por respostas eu começo a aumentar a confiança em mim. 
Essa confiança me liberta de perguntar aos outros o que fazer e de ser dependente de orientação externa. 
Que hoje eu confie na voz quieta da minha intuição e considere as orientações sábias que ela me revela."

Brahma Kumaris

Namastê

sábado, 24 de outubro de 2015

Não deixe escapar as pessoas que fazem seu mundo bonito


As pessoas que fazem seu mundo bonito são aquelas que permanecem. Isto é, aquelas que te consolam, que te fazem sorrir, que te acalmam e te mantém fortes. Com essas pessoas, as relações são sólidas, consistentes e leais.
As pessoas bonitas são sinceras, apertam sua mão, e quando te olham nos olhos atingem seu coração. Apenas sua presença te emociona, porque respeitam, não julgam e sempre mostram seus rostos. Por isso são as pessoas que fazem o nosso mundo bonito.


“Tenha cuidado para não perdê-las, não deixá-las ir. Não cometa o erro de abandoná-las quanto algo te incomodar, ou quando não precisar delas. Permaneça, perdoe e esqueça.”

Você me encanta

Há pessoas que nos encantam. Não por nada em particular, mas porque nos oferecem confiança e serenidade. São relações cultivadas em pequenos detalhes, sinceros e verdadeiros. São aquelas que podem ser alimentadas com olhares e pequenos gestos, pois cada detalhe torna-se uma grande obra.
Estes sentimentos são frequentemente recíprocos e há certas regras não escritas que prevalecem entre eles. No entanto, muitas vezes nos esquecemos de que “eu te amo” também deve ser dito, e que a gratidão é o melhor alimento para a alma.


 “No final, você percebe que o pequeno é sempre mais importante. Coversas às três da manhã, sorrisos espontâneos, imagens desastrosas que fazem você rir em voz alta, os poemas de dez palavras que te fazem chorar. Os livros que ninguém mais conhece e se tornam seus favoritos, uma flor em seu cabelo, o café que você bebe sozinho … Isso é o que realmente vale a pena; pequenas coisas que causam enormes emoções.” – Entre letras e cafeína


Então, muitas vezes negligenciamos algo tão importante e vital como a demonstração de afeto e atenção às necessidades emocionais de nossos parceiros nesta dança da vida.

O que se descuida,se perde

Diz-se que o amor dura tanto quanto nós nos importamos, e nós nos importamos tanto quanto queremos. Assim, apesar de nós sermos humanos e às vezes cometermos erros que podem levar a mal-entendidos a respeito de nosso afeto, a verdade é que não podemos nos dar ao luxo de perder as pessoas de valor.
Infelizmente é comum ignorarmos as pessoas importantes por pura preguiça, falta de tempo ou falta de interesse. Nós muitas vezes cometemos o erro de não dedicar o tempo necessário para “provar” o quão importante são essas pessoas.
Assim, também é provável que em algum momento já sentimos que alguém nos deixou de lado, e ficamos loucos tentando entender o que estava acontecendo. Este sofrimento é desnecessário e podemos evita-lo de muitas maneiras.

Aqui estão algumas:

– A ausência ou a distância não significa esquecimento e que, apesar do “abandono temporário”, a presença permanece.

– Ainda assim, mostrarmos para alguém que ele é importante é algo que leva tempo

– Cada tijolo deve ser desenvolvido com absoluta sinceridade; sem egoísmo ou segundas intenções. Então, temos que entender que não devemos criar necessidades, nem mesmo a de companhia.

– Isto é conseguido através da comunicação e expressão sincera de nossos pensamentos e sentimentos.
Se você se sentir desconfortável ou inseguro, não culpe o outro e perceba que os problemas são sempre de dois. Isto irá ajudar a não resfriar a relação desnecessariamente.

– Os relacionamentos precisam de tempo e experiência para se nutrir, sustentar e crescer. Se deixamos de dedicar tempo, mostramos falta de interesse e, portanto, afastaremos aquelas pessoas indispensáveis.


“Não podemos perder essas pessoas agradáveis ​​que tornam o nosso mundo bonito. Com elas, podemos ser nós mesmos em toda a nossa essência e livremente, o que é algo tão magnífico como incomum. Portanto, cuide e enriqueça seus relacionamentos, e sempre aja com a sinceridade mais absoluta.”

___
Traduzido pela equipe de O Segredo
Fonte: La Mente es Maravillosa
(extraido:thesecret.tv.br) 

Fraternos Abraços

Um brinde a mulheres diretas


Ela entra sem bater portas e vai direto ao ponto: ou isso ou aquilo. Numa prova de múltipla escolha com ela você não teria opção nenhuma, teria que rebolar um pouco pra dar à ela uma boa justificativa, na lata. Enquanto você fica em cima do muro, ela dispensa os meio-termos: tem pavor de gente indecisa, de se esconder atrás de motivos, de venerar os rodeios. Se você é labirinto, ela não brinca. Aprendeu que não vale a pena bancar Teseu e muito menos o Minotauro. Esses personagens ela deixa pra mitologia grega e eles não cabem nas histórias que ela quer contar.

Ela caminha na sua direção e você sabe que é ela porque treme. Treme mesmo que ela esteja de tênis de corrida ou salto agulha, tremeria mesmo se ela estivesse descalça. Você sente peso e ela se sente leve. Sente que tirou um peso grande das costas ou, se ainda não tirou, vai tirar em breve. A grande vantagem de ser direta é essa: não perder tempo com o que poderia ser. Ou é, ou não é. Não tem 8 ou 80, e ela também não aceita um 40.

Tem quem diga que a vida não é bem, preto no preto e branco no branco, mas quem disse que você precisa definir as coisas assim? Ela é a prova viva de que você pode colorir o mundo do jeito que quiser, com um balde de tinta ou giz de cera, desde que saiba como quer pintá-lo. E se depender de outra pessoa pro mundo dela ter cor, ela se adianta e tira a prova dos nove sem deixar que alguém faça malabarismo com a vida dela. Porque uma hora cai, ela diz, e só quem pode equilibrar a vida sou eu.

Se ela gosta, ela liga no dia seguinte. Se ela gosta mais ainda, ela vai pra cama e ai dele (ou de você) se acharem alguma coisa sobre ela. Se a cantarem e ela não quiser, é não na cara e sai fora, amigo, porque você tá me incomodando. E você vai perceber se ela gostar de você porque ela vai dizer com todas as letras que te quer – e que não quer também. Há quem goste e quem não goste disso. Particularmente eu acho incrível a forma como ela lida com as vontades e se põe em primeiro lugar. Mas quem sou eu pra achar alguma coisa se ela sabe que a dona do mundo dela é… ela.

Uma vez perguntaram à ela o porquê da pressa e ela disse que não é pressa, é que a gente se acostumou muito a dar voltas e mais voltas quando tudo o que a gente quer sempre esteve ali na frente. E depois que aprendeu isso, deixou de se importar com o que pensariam ou com o que ela mesma julgaria errado. O importante era não perder tempo pra ser um pouco mais feliz. E então ela foi. Foi em linha reta e dizem por aí que ela tem sido muito mais feliz do que antes era, quando ainda colocava os outros, a culpa e um monte de obstáculos à frente dela.

Por Daniel Bovolento

(fonte:http://www.sabiospensamentos.com.br)

Fraternos Abraços

Anjos


"Os anjos são leves porque não tem arrogância,esta é a origem de sua pureza. 
É a arrogância que deseja coisas. 
É ela que não gosta de coisas ou pessoas. 
É ela que é contra um e favorável a outro. 
É ela que não nos permite ceder às nossas próprias ideias para apoiar as ideias dos outros. 
Tanto a leveza como a pureza dos anjos é resultado da conquista da humildade sobre a arrogância. "

Liliani Duarte, 
Revista Vida Plena, 
Março,2005

Brahma Kumaris

Namastê

 

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Reflexão


Aprendi a ser livre,a caminhar por ai sem pressa,a olhar o horizonte sem me preocupar com o anoitecer.

Aprendi a ver a beleza de cada coisa no seu devido tempo,a olhar detalhes,a esperar a borboleta,só pra ter a graça dela pousar em mim.

Aprendi a ter gosto pelo sorriso do outro,a vibrar com as vitórias de amigos,a comemorar cada alegria de cada ser.

Aprendi a amar por amar,a me doar,a acreditar em sonhos.

Aprendi a olhar em cada estrada a beleza de cada passo,a enxergar as cores da terra,a perceber o cheiro das flores. 

Aprendi que tem um mundo lindo além do que posso ver e imaginar,um mundo cheio de mistérios,de mágica,de pessoas,de olhares,de vida. 

Aprendi que só se aprende assim,vivendo as dores,as alegrias intensamente,deixando ser o que tem que ser, apreciando cada momento como mais uma lição. 

Aprendi que o que vivo hoje é este instante e tenho que aproveitá-lo o máximo possível. 

E amanhã ? 

Amanhã é outro dia e o que tiver que acontecer,vai me encontrar de braços abertos e sorriso no rosto. 

Porque o que eu aprendi mesmo nessa vida,é que temos de VIVER!
Por Lene Dantas

Amor,Luz e Paz

As 4 leis do desapego para a liberação emocional





É possível que a palavra desapego lhe cause uma sensação de frieza e egoísmo. Nada está mais longe da realidade. A palavra desapego, compreendida dentro do contexto do crescimento pessoal, é um valor interno precioso que todos nós devemos aprender a desenvolver.
Praticar o desapego não significa abrir mão de tudo o que é importante para nós, rompendo vínculos afetivos ou relacionamentos pessoais com aqueles que fazem parte do nosso cotidiano.


          “Desapego significa saber amar, apreciar e se envolver nos relacionamentos com uma visão mais equilibrada e saudável, libertando-se dos excessos que o prendem”.
Liberação emocional é viver mais honestamente, de acordo com as suas necessidades. Crescer, progredir com conhecimento de causa, sem prejudicar ninguém e não deixando ninguém o limitar.


Conheça abaixo as 4 leis do desapego para a liberação emocional. Vamos praticar?

1- Você é responsável por si mesmo

Ninguém pode viver por você. Ninguém pode respirar por você, se oferecer como voluntário para carregar suas tristezas ou sentir suas dores. Você é o arquiteto da sua própria vida e de cada passo que dá em seu caminhar.
Portanto, a primeira lei que deve ter em mente para praticar o desapego é tomar consciência de que você é totalmente responsável por si mesmo.
Não responsabilize os outros pela sua felicidade. Não imagine que para ser feliz é necessário encontrar o parceiro ideal ou ter o reconhecimento de toda sua família.
Se a opinião dos outros é a sua medida de satisfação e felicidade, você não vai conseguir nada além de sofrimento. Raramente os outros suprirão as nossas necessidades.
Cultive sua própria felicidade, seja responsável, maduro, conscientize-se das suas escolhas e consequências e nunca deixe que seu bem-estar dependa da opinião alheia.

2- Viva no presente, aceite e assuma a sua realidade

Muitas vezes, não conseguimos aceitar que nesta vida nada é eterno, nada permanece sempre igual; tudo flui e retoma seu caminho. Muitas pessoas estão sempre focadas no que aconteceu no passado, e isso se torna um fardo pesado que carregamos no presente.
Mesmo que seja doloroso, aceite, assuma o passado e aprenda a perdoar. Isso o fará se sentir mais livre e o ajudará a se concentrar no que realmente importa: “o aqui e agora”. Liberte-se!

3- Liberte-se e permita que os outros também sejam livres

  “Assuma que a liberdade é a forma mais plena, íntegra e saudável de aproveitar e compreender a vida em toda a sua imensidão”
Ser livre não nos impede de criar vínculos com os outros. Criar vínculos, amar e ser amado, fazem parte do nosso crescimento pessoal.
O desapego significa que você nunca deve assumir a responsabilidade pela vida dos outros, que eles não podem lhe impor seus princípios e nem tentar prendê-lo. É assim que surgem os problemas de relacionamento e o sofrimento.
Os apegos exagerados nunca são saudáveis. Temos como exemplo aqueles pais obcecados por proteger os filhos, que os impedem de crescer e avançar com confiança para explorar o mundo.
A necessidade de desapegar-se é fundamental nesses casos; cada um um deve sair dos seus limites de segurança para enfrentar o imprevisto e o desconhecido.

4- As perdas irão acontecer mais cedo ou mais tarde

Devemos aceitar que, nesta vida, nada dura para sempre. A vida, os relacionamentos e até os bens materiais acabam desaparecendo como fumaça, escapando por uma janela aberta ou deslizando através dos nossos dedos.
As pessoas vão embora, as crianças crescem, alguns amigos somem e perdemos alguns amores… Tudo isso faz parte do desapego. Temos que aprender que isso é normal e enfrentar essa situação com tranquilidade e coragem.
O que nunca pode mudar é a sua capacidade de amar. Comece sempre por você mesmo.

(fonte:amenteemaravilhosa.com)

fraternos Abraços






 

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

O perigo de silenciar os pensamentos


Quantas coisas você internaliza todos os dias? Quantos sentimentos e pensamentos você guarda para si mesmo, tentando não causar danos ou ofender a quem você deveria enfrentar? Vá com cuidado! Pois no final quem estará sofrendo danos será você. Explicaremos por que isso acontece a seguir.

1. Quem cala consente, mas tudo tem um limite

O silêncio é sábio, disso não há dúvidas, e é sempre muito bom que ante algumas palavras ignorantes, ante um comentário fora do lugar ou ante uma expressão um pouco inadequada, optemos sempre por fechar a boca e agir com mais inteligência do que aquele que fala sem pensar.
Bom, porém devemos saber manter um equilíbrio entre guardar silêncio e defender nossas necessidades:

Silenciar nossos sentimentos ou nossos pensamentos deixa que, a pessoa que está na nossa frente, não saiba que está nos machucando, ou que está ultrapassando alguns limites. Ninguém consegue adivinhar o pensamento dos outros, por isso se não dizermos aquilo que nos faz mal ou que nos ofende, as outras pessoas não o saberão.
 
Existem silêncios sábios e palavras sábias. Saber quando se calar e quando falar é, possivelmente, a melhor habilidade que podemos aprender a desenvolver. Não se trata, de modo algum, de estar sempre caldo ou de dizer aquilo que temos em mente. Os extremos nunca são bons. Mantenha o equilíbrio, mas lembre-se sempre que esconder os sentimentos pode nos machucar. Você permite que outros invadam seu espaço pessoal, que atravessem os limites e que falem por você ou que escolham por você. No final, você será quase uma marionete guiada por fios alheios.

2. As palavras silenciadas convertem-se em doenças psicossomáticas

Você não ficará surpreso em saber que a mente e o corpo estão intimamente relacionados e conectados. A conexão é tão grande que os especialistas advertem que quase 40% da população sofre ou sofreu em sua vida com alguma doença psicossomática.

O nervosismo, por exemplo, altera nossas digestões, causa diarreias ou a clássica dor de cabeça. Muitos herpes labiais são desencadeados por processos de estresse elevados, de nervosismo e febre. Logo, ficar calado todos os dias e internalizar o que sentimos e o que pensamos gera em nosso organismo uma alta carga de ansiedade.

Pense em todas aquelas palavras que não deseja dizer aos seus pais ou aos seus amigos para não ferir seus sentimentos. Eles fazem as coisas por você pensando que estão ajudando, quando na verdade não estão contribuindo. Por que você não conta a verdade?

Tudo isso, no final, irá originar doenças psicossomáticas, enxaquecas, pressão alta, cansaço crônico.

3. Dizer em voz alta suas palavras: a chave do desabafo emocional

Não tenha medo de escutar sua própria voz, e muito menos que os outros também o façam. É algo tão necessário como respirar, como comer, dormir. A comunicação emocional é ideal para o nosso dia a dia, para estabelecer relações mais saudáveis com os demais e, logicamente, com nós mesmos.
Aqui vão algumas dicas básicas para obter sucesso:

– Pense que tudo tem um limite. Se não dizermos em voz alta tudo aquilo que pensamos e sentimos, não estaremos atuando com dignidade, perderemos nossa autoestima e o controle de nossa vida. Primeiramente, tome consciência de que dizer o que está pensando e precisando é um direito.

Dizer o que você pensa não é causar danos a ninguém. Significa se defender e, por sua vez, informar aos demais de uma realidade que deveriam conhecer.

Não fique preocupado com a reação das outras pessoas, não tenha medo. Porém, se você se preocupa muito com o que pode acontecer, pode se preparar ante as possíveis reações. Um exemplo: está cansado do fato de que seus pais apareçam em sua casa todos os finais de semana e que não está tendo relações com seu companheiro. De que maneira você acredita que irão reagir? Se você acredita que eles irão ficar chateados, prepare-se para justificar que não existe razão para magoas. Caso você pense que eles ficarão machucados, prepare também o modo como irá argumentar, para não feri-los.

Pense que as palavras, dizer em voz alta aquilo que sentimos e pensamos é, na verdade, o melhor modo de liberação emocional que existe. Pratique-o com sabedoria, cuide de si mesmo.

Fonte indicada: Melhor com Saúde

(fonte:http://www.contioutra.com)

Fraternos Abraços 






Vontade de mudança


Se achas que a situação da tua vida é insatisfatória ou até mesmo intolerável, só te rendendo primeiro conseguirás quebrar o padrão de resistência inconsciente que perpetua essa situação. Render-se é perfeitamente compatível com tomar providências, com iniciar uma mudança ou alcançar metas. Mas no estado de rendição há uma energia totalmente diferente, uma qualidade diferente que corre no que fizeres.

Ao renderes-te, ligas-te novamente com a energia da fonte do Ser e, se o que fizeres estiver infuso do Ser, tornar-se-á numa celebração rejubilante da energia da vida, que te levará mais profundamente para dentro do Agora. Através da não-resistência, a qualidade da tua consciência e, por conseguinte, a qualidade de tudo o que fizeres ou criares, será incomensuravelmente realçada.

Os resultados tomarão então conta de si próprios e refletirão essa qualidade. Poderíamos chamar-lhe "ação rendida". Não é o trabalho tal como o conhecemos desde há milhares de anos. À medida que mais seres humanos forem despertando, a palavra trabalho desaparecerá do nosso vocabulário, e talvez se crie uma palavra nova em sua substituição.

É a qualidade da tua consciência desse momento que é o fator determinante do tipo de futuro que vivenciarás, pelo que render-te é a coisa mais importante que podes fazer para provocar uma mudança positiva. Qualquer providência que tomares é questão secundária. Nenhuma providência verdadeiramente positiva poderá nascer de um estado de consciência de não rendição.

Num estado de rendição, tu vês nitidamente o que é preciso fazer e tomarás as providências necessárias, fazendo uma coisa de cada vez e concentrando-te numa coisa de cada vez. Aprende com a natureza: vê como tudo se realiza e como o milagre da vida se desdobra sem descontentamento ou infelicidade. Foi por isso que Jesus disse: "Olha para os lírios e vê como eles crescem; eles nunca labutam nem fiam".

Se a tua situação global for insatisfatória ou desagradável, separa por decantação esse instante e rende-te ao que é. É essa a luz da lanterna que corta o nevoeiro. O teu estado de consciência deixa então de ser controlado por condições externas. Deixas de vir da reação e da resistência.

Depois olha para os pormenores específicos da situação. Pergunta-te, "Haverá alguma coisa que eu possa fazer para mudar esta situação, melhorá-la, ou retirar-me dela?" Se sim, toma as providências adequadas. Não te concentres nas 100 coisas que farás ou terás de fazer algures no futuro, mas concentra-te na única coisa que podes fazer agora. Não significa que não devas fazer qualquer planeamento. Pode muito bem acontecer que planear seja a única coisa que possas fazer agora. Mas assegura-te que não começas a passar "filmes mentais", a projetar-te no futuro, e desse modo deixas passar o Agora.

Quaisquer providências que tomes poderão não dar fruto imediatamente. Até isso acontecer - não resistas ao que é. Se não houver providências que possas tomar, e se também não puderes retirar-te da situação, então usa a situação para te levar mais profundamente à rendição, mais profundamente ao Agora, mais profundamente ao Ser. Quando entrares na dimensão imortal do presente, a mudança chega muitas vezes de forma inesperada, sem necessidade de grandes esforços da tua parte. A vida torna-se útil e cooperante. Se fatores interiores, como por exemplo medo, remorso, ou inércia, te impediam de tomar as providências necessárias, eles ficarão desfeitos na luz da tua presença consciente.

Não confundas rendição com a atitude "Já não me posso aborrecer mais" ou "Simplesmente já não quero mais saber". Se a observares atentamente, verás que tal atitude está eivada de negatividade na forma de um ressentimento encoberto e, portanto, não é rendição nenhuma, mas sim resistência disfarçada.

Ao renderes-te, dirige a tua atenção para dentro, a fim de confirmares se existe qualquer vestígio de resistência que tenha ficado dentro de ti. Fica bem alerta quando o fizeres; de outro modo, uma bolsa de resistência poderá continuar a esconder-se em algum canto escuro na forma de um pensamento ou de uma emoção não reconhecida.

Eckhart Tolle

Fraternos Abraços

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Sejamos simples




Escolhas simples nos trazem o sentimento concreto do que é a realização de estar vivendo e aprendendo.

Todas as etapas da nossa existência nos fazem crer que tudo que nos acontece depende das escolhas que vamos fazer,do caminho que escolhemos seguir e do que almejamos para nós.

Por isso façamos sempre a escolha pelo simples sem complicarmos nossa vida.

Quando falamos em simples,queremos nomear que a simplicidade está nas mínimas coisas,gestos e ações.
Quando escolhemos ser bons de coração apenas os pequenos gestos se destacam em nosso espírito,nos dando a leveza da alma e a calma em nosso coração,fazendo com que a vida transcorra tranquila e serena,e quando há dificuldades prontamente estamos seguros e confiantes para superarmos.

Não é fácil seguir o simples,porque temos que nos livrar do orgulho e da vaidade que muitas vezes nos tiram dos melhores objetivos,nos colocando em ciladas onde sempre desperdiçamos energias valiosíssimas.

Por isso sejamos simples na vida,simples de coração e sentimentos, onde apenas o Amor possa fazer parte criando uma sinergia com o restante a nossa volta,trazendo a cada um de nós a esperança de que tudo vale apena e que as lutas não são em vão,nos fazem crescer e melhorar a cada dia.

(fonte:www.gotasdepaz.com.br)

Fraternos Abraços

Autodomínio



Vida simples e pensamento elevado devem ser a meta. Aprenda a levar em você todas as condições da felicidade, meditando e sintonizando a consciência com as influências externas. Seja qual for o ambiente, não permita que sua paz interior seja afetada por ele. Analise-se, torne-se o que você deve e quer ser.
Raramente as pessoas aprendem o verdadeiro autodomínio, fazem coisas que prejudicam seu bem-estar maior e pensam estar sendo felizes; mas não são. Ser capaz de fazer as coisas quando e porque devem ser feitas, e recusar-se a fazer o que sabe que é prejudicial – eis as chaves do sucesso e da felicidade verdadeira.

Não mantenha a mente ocupada com muitas atividades.
Analise o que ganha com elas e veja se são realmente importantes. Não desperdice tempo.
Ler um bom livro é muito mais útil do que ver filmes. Costumo dizer: “Se você lê durante uma hora, escreva em seu diário espiritual durante duas horas; se escreve durante duas horas, pense durante três horas; se pensa durante três horas, medite todo o tempo”. Onde quer que eu vá, mantenho a mente continuamente na paz da alma.

Você também deve sempre apontar a agulha da atenção para o polo norte da alegria espiritual. Então, ninguém poderá jamais perturbar seu equilíbrio.

Lembre-se disto: se cada novo dia não encontrá-lo melhor do que no dia anterior, você está regredindo – em saúde, paz mental e alegria da alma. Por quê? Porque não exerce controle suficiente sobre suas ações. Você mesmo criou seus hábitos e você mesmo pode mudá-los. Se tem pensado de maneira errada, tome a decisão de andar em boas companhias, estudar e meditar. Uma mudança de companhia pode fazer grande diferença. A influência mais forte na vida, ainda mais forte que a força de vontade, é o ambiente.

Modifique-o, se necessário. Enquanto não for mentalmente forte, nunca será o que deseja ser sem um bom ambiente para ajudá-lo. Quando encontrar dificuldade em modificar-se para melhor, companheiros espirituais e outras influências inspiradoras serão essenciais.

A auto-análise também é essencial para ajudá-lo a aprimorar-se.
Se puder analisar-se corajosamente, será capaz de suportar, sem pestanejar, uma análise crítica feita pelos outros.

Aqueles que gostam de falar dos defeitos alheios são abutres humanos. Já existe maldade demais no mundo.
Não fale mal, não pense mal e não faça mal. Seja como a rosa, exalando para todos o doce aroma da bondade da alma.

Faça todos sentirem que você é um amigo, que está pronto a ajudar, não a destruir. Se quiser ser bom, analise-se e desenvolva as virtudes que existem em você.
Expulse a ideia de que o mal faz parte de sua natureza e ele se irá. Faça os outros sentirem que você é uma imagem de Deus, não pelas palavras, mas pelo comportamento. Enfatize a luz e não existirá mais escuridão. Estude, medite e faça o bem aos outros.

Paramahansa Yogananda

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Paz



"Assim como externamente o oceano é barulhento mas internamente é absolutamente silencioso,da mesma forma precisamos dessa prática. Quanto maior for o caos ao redor,mais pacífico deveria ser nosso estágio. 
Para isso basta trazer a expansão para a essência em um segundo e deixar a essência tornar-se expansão no próximo segundo. 
Expansão é o chamado do mundo,essência é o chamado interior."

Brahma Kumaris

Namastê

 

Onde colocar o sal


O velho Mestre pediu a um jovem triste que colocasse uma mão cheia de sal em um copo d'água e bebesse.
Qual é o gosto? - perguntou o Mestre.
Ruim - disse o aprendiz.
O Mestre sorriu e pediu ao jovem que pegasse outra mão cheia de sal e levasse a um lago.
Os dois caminharam em silêncio e o jovem jogou o sal no lago.
Então o velho disse: - Beba um pouco dessa água.
Enquanto a água escorria do queixo do jovem o Mestre perguntou: - Qual é o gosto?
- Bom! Disse o rapaz.
- Você sente o gosto do sal? Perguntou o Mestre.
- Não… - disse o jovem.
O Mestre então,sentou ao lado do jovem,pegou em suas mãos e disse:
- A dor na vida de uma pessoa não muda. 

Mas o sabor da dor depende de onde a colocamos.
Quando você sentir dor,a única coisa que você deve fazer é aumentar o sentido de tudo o que está a sua volta.
É dar mais valor ao que você tem,do que ao que você perdeu.
Em outras palavras:É deixar de Ser copo para tornar-se um Lago.
Somos o que fazemos,mas somos principalmente,o que fazemos para mudar o que somos…


Fraternos Abraços

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Felicidade = Paz Interior








“Todos desejamos a felicidade e não queremos o sofrimento. Como o propósito da vida é ser feliz, é importante descobrir o que acarretará o maior grau de felicidade. A nossa experiência, quer aprazível ou desagradável, é mental ou física. Geralmente, é a mente que exerce sobre nós a maior influência. Por conseguinte, tentar alcançar a tranquilidade mental é algo extremamente valioso.


Embora o progresso material seja importante para o desenvolvimento humano, se prestarmos uma atenção excessiva às coisas externas, em detrimento do desenvolvimento interior, o desequilíbrio nos causará problemas. A paz interior é a chave: através dela seremos capazes de ser calmos e lógicos ao lidar com as situações. Sem a paz interior, por mais confortável que nossa vida possa ser, sob o aspecto material, ainda ficaremos preocupados, perturbados ou infelizes em decorrência das circunstâncias. 

Quando estamos tranquilos interiormente, podemos ficar em paz com aqueles que nos cercam. Quando nossa comunidade se encontra em um estado de paz, podemos compartilhar essa paz com as comunidades vizinhas e assim por diante. Quando sentimos amor e bondade com relação aos outros, não são apenas eles que se sentem amados e protegidos; nós também desenvolvemos a felicidade e a paz interiores.”


(Sua Santidade O Dalai-Lama,3 de junho de 2000)


Amor,Luz e Paz

8 atitudes típicas de pessoas que têm depressão,mas não demonstram




Medo ou desconhecimento?
Nesse artigo conheça 8 sintomas de pessoas que levam a vida com o que chamados de “depressão mascarada”, doença que elas tentam esconder ou mesmo que nem sabem que têm.
Embora a sociedade atual demonstre, de modo geral, um maior conhecimento sobre a depressão, o que se vê, muitas vezes, é uma compreensão equivocada desta doença e de seus sintomas.

Ou tratar-se de uma doença marcada por um estigma, nem sempre conseguimos identificar familiares ou pessoas próximas que estejam lutando contra a depressão. Pior ainda: devido às concepções equivocadas sobre os diferentes modos de manifestação da doença, e o tipo de ajuda a ser buscado, muitos indivíduos que sofrem de depressão não recebem o devido diagnóstico.

O resultado disso é que muitos indivíduos convivem com uma depressão mascarada – ou seja, invisível para as pessoas que os cercam, ou mesmo para eles próprios. Além disso, nos casos em que não recebeu o diagnóstico adequado, o indivíduo tenderá a lidar com seus problemas de modo a esconder a depressão, e terá dificuldades para reconhecer os verdadeiros sintomas da doença.

É preciso deixar de lado a concepção de que o sofrimento é sempre visível. Deste modo, será possível compreender melhor e oferecer ajuda aos que lutam contra as doenças não manifestas. Listamos, a seguir, alguns sinais de uma pessoa que talvez sofra de uma depressão mascarada.

1. Ela talvez “não pareça deprimida”

Influenciados por estereótipos culturais e veiculados pela mídia, muitos têm uma imagem equivocada do comportamento e da aparência do indivíduo com depressão. Na visão do senso comum, esta pessoa raramente sai de seu quarto, veste-se com desleixo, e parece estar sempre triste. Porém, nem todos que sofrem de depressão têm o mesmo comportamento.
Claro que os indivíduos são diferentes, assim como variam os sintomas e a capacidade de cada um de lidar com a doença. Muitos conseguem exibir um “verniz” de boa saúde mental – como mecanismo de autoproteção –, mas o fato de serem capazes de fazê-lo não significa que eles sofram menos. Do mesmo modo, as pessoas incapazes de mostrar tal “verniz” não são mais “fracas” que as demais.

2. Ela pode parecer exausta, ou queixar-se de um cansaço constante

Um efeito colateral da depressão é um cansaço permanente. Embora este sintoma não se manifeste em todos que sofrem de depressão, ele é muito comum. Em geral, é um dos piores efeitos colaterais desta doença.
Além disso, se o indivíduo não recebeu o diagnóstico de depressão, a causa deste cansaço pode ser uma incógnita. Mesmo que ele durma um número suficiente de horas à noite, talvez acorde na manhã seguinte como se tivesse dormido pouco. Pior que isso: talvez ele culpe a si mesmo, atribuindo isso à preguiça ou então que algum defeito de sua personalidade esteja causando esta sensação de fraqueza e falta de energia.
Este sintoma também acaba se tornando uma dificuldade para quem recebeu o diagnóstico de depressão, mas tenta ocultá-la dos amigos e colegas. Isso porque esta sensação de cansaço afeta o seu ritmo de trabalho e também os seus relacionamentos pessoais.

3. Ela poderá ficar mais irritadiça

O comportamento de uma pessoa com depressão pode ser interpretado equivocadamente, como melancolia. É muito comum que a pessoa deprimida fique mais irritadiça, e que isso não seja interpretado como um sintoma da doença. Isso é compreensível, já que a depressão não é problema de saúde “visível”, e tampouco pode ser medido com precisão – o que dificulta o combate à doença.
Além disso, o esforço constante exigido do indivíduo para lidar, ao mesmo tempo, com as inúmeras demandas de sua vida cotidiana, e com a depressão, suga suas energias, deixando-o impaciente e incapaz de ter a compreensão exata sobre as coisas.
Se o seu amigo ou conhecido recebe o diagnóstico de depressão, e compartilha esta informação com você, uma dificuldade poderá surgir, caso o comportamento desta pessoa não corresponda à imagem (equivocada) que se tem de uma pessoa com depressão: um indivíduo tímido e calado. A tendência a ter “pavio curto” e a irritar-se com facilidade é, na verdade, um efeito colateral da depressão.

4. Para ela, pode ser difícil corresponder ao afeto e preocupação das pessoas ao redor

A ideia equivocada mais comum em relação à depressão, sugerida nos parágrafos acima, é que ela causa um sentimento de tristeza.
Pelo contrário: muitas vezes, o indivíduo com depressão não sente nada; ou então vive as emoções de modo limitado ou passageiro. Depende de cada caso, mas muitos relatam um sentimento parecido com o “torpor”, e o mais próximo que chegam de uma emoção é uma espécie de tristeza, ou irritação.
Deste modo, o indivíduo terá dificuldade para corresponder de modo adequado a gestos ou palavras afetuosas. Ou então nem se dará ao trabalho de manifestar qualquer reação.
Talvez demonstre uma irritação nada racional: é possível que o cérebro dele tenha dificuldades para processar e corresponder ao seu afeto e carinho.

5. Talvez recuse a participar de atividades de que gostava muito

Uma atípica falta de interesse em participar de atividades – e durante um longo período – pode ser um sinal de depressão. Conforme mencionado acima, esta doença drena a energia do indivíduo tanto no plano físico quanto no mental – o que afeta sua capacidade de sentir prazer com as atividades cotidianas.
Um indivíduo com depressão talvez não se sinta mais atraído por atividades que adorava no passado, pois esta doença acaba dificultando o desfrute de tais atividades, que não satisfazem mais o indivíduo. Se não há nenhum outro sinal visível que possa explicar o interesse cada vez menor do indivíduo por estas atividades, este talvez seja um sintoma de depressão clínica.


6. Talvez passe a ter hábitos alimentares incomuns

O indivíduo deprimido desenvolve hábitos alimentares incomuns por duas razões: como um modo de lidar com a doença, ou como um efeito colateral da ausência do cuidado consigo mesmo. Comer pouco ou em demasia é um sinal comum de depressão. A ingestão excessiva de alimentos é vista como vergonhosa, e neste caso a comida talvez seja a principal fonte de prazer da pessoa com depressão, o que a faz comer além do necessário.
Quando o indivíduo depressivo come pouco, em geral é porque a doença está afetando seu apetite, transformando o ato de comer em algo desagradável. Isso também pode ser uma necessidade subconsciente de controlar algo, já que ele não é capaz de controlar sua depressão. Se a pessoa não recebeu o devido diagnóstico, ou se omitiu diante das pessoas o fato de estar deprimida, elas poderão considerar que os hábitos alimentares “errados” se devem a um defeito de personalidade, e tal “julgamento” fará com que o indivíduo deprimido se sinta ainda pior.

7. Os outros talvez passem a exigir mais de você

Naturalmente, as funções vitais de um indivíduo com depressão não podem ser as mesmas de alguém com boa saúde mental. Haverá coisas que ele não será mais capaz de fazer com a mesma frequência, ou abandonará de vez. Perturbá-lo ou fazer com que ele se envergonhe por causa disso só tende a causar mágoas, em vez de ajudar. Se a depressão é um assunto que ele tem tido dificuldade de abordar, será igualmente difícil para ele lidar com alguém que fique irritado diante de sua incapacidade de agir do mesmo modo que uma pessoa mentalmente sadia.
Por isso, convém sempre ser compreensivo com as pessoas, seja de seu círculo profissional ou do pessoal. Não há como saber se um indivíduo está simplesmente “desacelerando”, ou se está enfrentando um verdadeiro problema de saúde.

8. Ela poderá ter dias ruins, e dias “melhores”

Trata-se de uma doença com altos e baixos. Se o indivíduo sofre de uma depressão mascarada, ou não diagnosticada, pode parecer que suas flutuações de humor são aleatórias, dependendo da regularidade de sua depressão. Para você (e mesmo para ele, no caso de ele não ter recebido um diagnóstico), talvez não haja uma motivação para as alterações de humor, mas esta é simplesmente a maneira como a depressão se manifesta em algumas pessoas.
Se você sabe que o indivíduo sofre de depressão, poderá ter a falsa impressão de que ele, tendo passado por uma sequência de dias “bons”, está definitivamente curado. O fato de ele ter passado um dia melhor do que na véspera pode ser excelente, mas convém que você sempre lhe peça para que ele deixe claro o que consegue ou não fazer, e em que momentos.
Concluir que o indivíduo que sofria de depressão está plenamente recuperado, ou forçá-lo a retomar rapidamente a rotina normal poderá sobrecarregá-lo, e fazer com que ele se “retraia” novamente. Ofereça apoio ao amigo ou parente com depressão, mas deixe que ele tome as decisões necessárias.

(fonte:thesecret.tv.br)

Fraternos Abraços














domingo, 18 de outubro de 2015

Perspectiva


Procure olhar os pássaros e as formigas e entenda como a atitude de sermos um observador nos dá perspectiva. 
A formiga está sempre ocupada. 
Ocupada em achar e coletar alimento. 
Ela só enxerga o que está bem na sua frente. 
 Da mesma forma,quando perdemos a perspectiva,ficamos presos nos detalhes e não conseguimos imaginar a realidade dos outros. 
O pássaro,por outro lado,deixa a terra e voa alto. 
Lá de cima ele distingue o que há no chão e nos galhos. 
Ao ver todo o quadro,ele tem a perspectiva da área e pode decidir para onde ir,o que fazer.”
 
Anthony Strano

Brahma Kumaris

Namastê