O que é que o torna o que você é?

As coisas pelas quais nós geralmente nos definimos – a aparência personalidade, as habilidades, o trabalho, os relacionamentos, etc. – podem todas mudar. O nosso entendimento do eu pode ser influenciado pelo que as pessoas dizem, as situações à nossa volta e os problemas que enfrentamos. O que é que, então, define quem nós somos?

A maior parte da infelicidade e insegurança no mundo é um resultado da nossa percepção externa e limitada sobre nós mesmos. Eu acredito que é a sua identidade interna e espiritual que as pessoas procuram hoje em dia. Esta identidade espiritual pode-me dar esperança numa situação de desespero, mostrar-me uma solução para qualquer problema e inspirar-me a mudar o rumo da minha vida. E é através de reconhecer e experimentar o meu eu espiritual, que eu me posso ligar-me a Deus e receber a força e a visão mais ampla que preciso para contribuir, positivamente, para este mundo.


“Comece com a pergunta: 
o que é que eu realmente valorizo na minha vida?”

Uma boa maneira de se conhecer a um nível mais profundo é começar com a pergunta: o que é que eu realmente valorizo na minha vida? Provavelmente descobrirei que valorizo as qualidades como o amor, a felicidade, a compaixão… as coisas que me fazem sentir valorizado e que me trazem felicidade interna. Então penso se a forma como eu vivo, a minha vida, reflete isso ou não – e o que é que existe na minha vida que está de acordo com o que eu valorizo?

Ao ver-me como um ser espiritual, eu descubro novamente os meus tesouros internos e naturais de paz, amor, pureza, felicidade e sabedoria, que tendo a esquecer. É como ter um belo instrumento no meu armário. “Porque não tocá-lo?” Quando eu experimento estas qualidades em mim mesmo, torno-me uma pessoa muito mais feliz e estável. Ao compreender o meu próprio valor, eu sou capaz de manter o meu autorrespeito, mesmo quando alguém me tenta levar para baixo, e então também posso ajudar os outros a saírem das suas percepções limitadas.

É por isto que é tão importante dedicar algum tempo à meditação todos os dias. Ela ajuda-me a compreender-me, a refletir de maneira mais profunda e a tornar-me forte na minha identidade espiritual, de modo a manter a minha felicidade e força interior – e a poder influenciar o mundo à minha volta de um modo positivo.

por Maureen Goodman

Brahma Kumaris Portugal - Lisboa

Amor, Luz e Paz

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Certezas...Dúvidas...

Significado da palavra Namastê